AFINAL, O QUE É TÃO FALADO TRANSPLANTE CAPILAR FUE?

AFINAL, O QUE É TÃO FALADO TRANSPLANTE CAPILAR FUE?

Compartilhe:

O transplante capilar em si muitos sabem, é a retirada de fios (folículos) do couro cabeludo para colocar em uma outra área, acometida por calvície. Já explico nesse momento que os folículos não podem vir de outra pessoa, é necessário que sejam do próprio paciente.
A Alopécie Androgenética (Calvície) é uma doença genética, onde devido a conversão de Testosterona em Dihidrotestosterona (DHT) há um afinamento e perda gradual dos folículos. A doença pode começar já próximo aos 20 anos de idade, algumas pessoas começam mais velhas. Cabe ao profissional explicar ao paciente e tratar corretamente a parte clínica antes de submetê-lo ao transplante capilar.
O termo FUE significa Follicular Unit Extration, em português, Extração de Unidades FoliculareO Transplante Capilar em si muitos sabem, é a retirada de fios (folículos) do couro cabeludo para colocar em uma outra área, acometida por calvície. Já explico nesses. É uma técnica de obtenção dos fios da área doadora conhecida como Transplante de Capilar sem cicatriz linear, ou "fio a fio". O procedimento é todo feito com lentes especiais de aumento para que o trabalho seja feito de forma minuciosa.

Passo a passo do Transplante Capilar FUE

- Primeiro o cirurgião capilar anestesia localmente a área receptora (calva), essa área será minuciosamente confeccionada para posteriormente serem encaixados os folículos. Esses orifícios são super pequenos e feitos com lâminas apropriadas para microcirurgias, extremamente finas e delicadas.
- Posteriormente o cirurgião anestesia a área doadora, onde será feita a extração das unidades foliculares com um aparelho motorizado, uma a uma. Sua equipe especializada as separa de maneira individual, classificando a qualidade delas, para implantar posteriormente.
- Depois de todos esses procedimentos, na última etapa da cirurgia, as unidades foliculares (folículos) são implantadas uma a uma na área calva, com micropinças confeccionadas especificamente para essa finalidade.

Diferenciais do Transplante Capilar FUE

- Podem passar pelo procedimento homens e mulheres, podendo ser restaurado o couro cabeludo, sobrancelhas e barba.
- Não deixa cicatriz linear (técnica FUT) visível na região posterior, possibilitando o uso dos cabelos bem curtos ou raspados da maneira que desejar.
- Rápida recuperação, não são dados pontos, o paciente praticamente não se afasta das atividades profissionais.
- Cirurgia minimamente invasiva, onde a anestesia é local, eventualmente com alguma sedação, sem necessidade de internação.
- Pacientes já submetidos a transplante capilar pela outra técnica (FUT) podem realizar novo transplante (caso ainda houver área doadora), com a finalidade de dar mais preenchimento e naturalidade.
- Pacientes já submetidos a transplante capilar FUE (que tiveram sua área doadora preservada), podem se submeter a outro FUE. Com a finalidade de implantar em uma região não operada ou de dar maior densidade e preenchimento.

Dicas importantes

Como já aconteceu em outras áreas da medicina, o Transplante Capilar está se “popularizando”, tendo virado um grande comércio. Assim muitos serviços não prezam por qualidade, nem de pessoal nem de material, por isso tenha cuidado ao escolher o médico que fará seu transplante.
Pesquise se o médico tem especialidade registrada no site do CRM (crmsc.org.br para médicos que atuam em SC).
Os médicos especialistas em Transplante Capilar são os Dermatologistas e os Cirurgiões Plásticos, que se especializaram nesta área. Pesquise se ele é membro da ABCRC, Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar (abcrc.com.br), associação que engloba os maiores cirurgiões capilares do Brasil.
Consulte sempre um cirurgião capilar especialista e membro da ABCRC para garantir um procedimento seguro e de sucesso.

 

Mais artigos de Dr. Eduardo Martins