Pedra na Vesícula

Pedra na Vesícula

Compartilhe:

O fígado produz uma substância que auxilia na digestão de alimentos gordurosos, a bile. Essa substância fica armazenada na vesícula, e é liberada de acordo com a necessidade do corpo.

A alteração da composição da bile pode torná-la mais espessa e gelatinosa, predispondo a formação desses cálculos na vesícula biliar.

A bile tem a função de emulsificar as gorduras dos alimentos a serem digeridos e ajudar na absorção de importantes nutrientes como as vitaminas A,D,E e K.

O excesso de sais ou colesterol podem formar cálculos de vários tamanhos na bile e prejudicar a passagem no ducto que é conectado no intestino. São essas pedras que não conseguem ser digeridas que causam dor e mal-estar na região abdominal.


Alguns fatores que aumentam os riscos:

Dieta rica em gorduras e carboidratos e pobre em fibras; Sedentários; Diabetes; Obesidade; Gravidez; Uso prolongado de anticoncepcionais; Predisposição genética; Emagrecimento rápido;
O consumo de frutas e vegetais, proteína vegetal e nutrientes como vitamina C, folato e magnésio tem sido associado a menor risco de desenvolvimento dessas doenças.

O diagnóstico é feito com facilidade, por meio de uma ultrassonografia de abdômen. “Como a vesícula se localiza muito perto da parede abdominal, ela é facilmente acessível através desse exame.
A cirurgia por laparoscopia é a mais indicada para o tratamento dessa doença, por exigir menos tempo de internação hospitalar, melhor tempo para recuperação do paciente e por ser minimamente invasiva.

Outros artigos