Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado? Cadastre-se

termos do contrato

Já é cadastrado? Login

Drª. Lorena da Rosa Rodrigues

Conselho Regional: CRM/Sc - 13 527

Ginecologia e Obstetrícia

Consultórios de Drª. Lorena da Rosa Rodrigues

 Araranguá/SC

Av: Sete de Setembro, Clinica OrtoTrauma, 2277 Centro

Últimos artigos de Drª. Lorena da Rosa Rodrigues

LIBIDO: ENTENDA COMO MELHORAR ENERGIA NA HORA ''H''

31/08/2018

A Libido, que varia de indivíduo para indivíduo e também através da nossa vida, é considerada a energia que impulsiona a pessoa a praticar sexo, constitui a primeira fase na resposta sexual e se caracteriza por fantasias e pensamentos eróticos – capacidade de se imaginar fazendo sexo - sendo que a frequência baixa ou alta desses pensamentos irá ser problema no momento que causar sofrimento a você ou a outra pessoa.

O Estudo da Vida Sexual do Brasileiro coordenado pela Dra. Carmita Abdo Prosex do Hospital das Clínicas de São Paulo 2008 e 2016 avaliou diversas nuances do assunto na vida das brasileiras e constatou que 10 % das mulheres na pré-menopausa e 30% pós menopausa sofrem de diminuição de libido, queixas cada vez mais comuns nas consultas ginecológicas e psiquiátricas.

Apesar de o sexo ser considerado essencial para os dois gêneros, a frequência divergiu, enquanto as mulheres acham ideal ter 3 relações por semana, o homem quer 8 vezes. Enquanto os homens se preocupam em satisfazer as parceiras, elas se preocupam em não contrair doenças e serem atrativas.

A Resposta Sexual Masculina é Linear e depende mais dos hormônios do que as mulheres por serem estas de Resposta Sexual Circular onde fatores extrínsecos ao ato são consideravelmente influentes ao desejo e ao orgasmo.

A mulher tem uma melhor resposta quanto maior a intimidade e estabilidade com o parceiro ou parceira mas segundo Dra. Carmita estamos na 2°Revução Feminina pois houve aumento de 14% nas mulheres que fazem sexo casual nos últimos 10 anos. É a adaptação aos relacionamentos modernos.

A mulher ainda precisa de atenção e carinho pra ofertar sexo, o homem precisa sexo para ofertar atenção e carinho, no geral, é claro.

O Desejo Masculino é mais físico, visual, olfativo, gustativo, auditivo e uma vez iniciado tende a boa resolução mais independente dos fatores externos, dependente mais da resposta da parceira ou parceiro ao jogo.

As mulheres de hoje desempenham vários papéis em um só cenário e misturam os desejos maternais, familiares e profissionais com o Sexual deixando este por último pois culturalmente fomos condicionadas a não dar a devida importância.

A Depressão, fatores neurológicos, culturais, religiosos,  psiquiátricos, a idade,  doenças clínicas, uso medicações controladas, anticoncepcional, tratamentos hormonais, problemas familiares ou profissionais, insatisfação com o corpo, violência feminina tudo influencia na libido. 

O fator Hormonal é determinante no homem para desencadear a resposta, mas para a mulher é mais complexo, os fatores psicológicos e as experiências influenciam mais, pequena parte das que possuem falta de libido se deve ao fator hormonal. 

Na menopausa há diminuição do estrógeno, a lubrificação da vagina fica prejudicada e a hipotrofia da mucosa provocam dor na relação sexual, diminuindo o desejo,  a Reposição Hormonal aqui é considerada Devido a importância da Libido à saúde sexual e à felicidade conjugal ou pessoal, devemos cuidar dela, praticando exercícios físicos e íntimos mantendo alimentação saudável, organizando melhor seu tempo entre lar, trabalho , colégio dos filhos, amigos e vida social para que essas tarefa não colidem com a intimidade do casal. 

Afastem os filhos do quarto, não vá para cama com celulares ou computadores, nem problemas que levem á discussão, se permitem um espaço para programas a dois e fantasie esses momentos.

Conheça seu corpo, se toque, se olhe, mantenha a saúde íntima em dia , indo regularmente ao ginecologista e realizando os exames de rotina.


Este profissional não recebeu nenhuma opinião ainda
© Lista da saúde 2018. Todos os direitos reservados.
Sisdado tecnologia