Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado? Cadastre-se

termos do contrato

Já é cadastrado? Login

Drª. Simone Anselmo Junkes Vilhena

2 avaliações
Conselho Regional: CRM/SC 14830 - RQE 11181

Ginecologia e Obstetrícia

Saúde da mulher: Prevenção de doenças como o HPV e câncer de colo uterino

 A colposcopia é um exame que permite visualizar melhor o colo uterino e a vagina e assim detectar possíveis lesões precursoras de HPV ou câncer 


O ginecologista especialista em Patologia do Trato Genital Inferior atua no diagnóstico e acompanhamento de pacientes em relação às patologias vulvares, vaginais, anais e do colo uterino. 

Na consulta ginecológica, além de atendimento clínico, são realizados procedimentos diagnósticos como: citologia oncótica; colposcopia; vulvoscopia; anuscopia; biópsia de vulva, vagina, ânus e colo uterino; pesquisa de vários microorganismos por meios de culturas em meios líquidos e secreções; captura híbrida de papiloma vírus  humano de alto e baixo grau de patogenicidade.

As pacientes com diagnóstico de lesões precursoras de câncer e câncer vulvar, vaginal, anal e colo uterino são encaminhadas para tratamento cirúrgico como vulvectomias, histerectomias, CAF (cirurgias de alta frequência), conização de colo uterino.

HPV e câncer de colo uterino, vagina e vulva são termos que assustam. As ferramentas existentes na prevenção e no diagnóstico precoce de tais doenças estão acessíveis a todas as mulheres, por meio do Papanicolau (exame citológico) e de sua complementação com o exame de colposcopia. 

A colposcopia é um exame que permite visualizar em um maior aumento o colo uterino e a vagina, podendo, dessa forma, identificar lesões cuja visualização seria impossível a olho nu.

Consiste em um procedimento realizado no próprio consultório médico, indolor, no qual, com a ajuda de reagentes químicos, consegue-se identificar possíveis lesões precursoras de câncer de colo uterino e, desta forma, a partir da realização de uma biopsia dirigida, estabelecer a confirmação diagnóstica. 

A complementação do exame é feita com a vulvoscopia, na qual pequenas verrugas genitais e alterações de pele, podem ser visualizadas e diagnosticadas. Ademais, outras lesões tênues que podem evoluir para câncer de vulva também podem ser diagnosticadas e tratadas em sua fase inicial, permitindo tratamentos menos invasivos.

O diagnóstico precoce permite um tratamento definitivo muito menos invasivo do que o realizado quando o diagnóstico é firmado em fases avançadas da doença. Todo esse acompanhamento pode ser feito pelo ginecologista da paciente em uma consulta com  atendimento personalizado, humanizado e esclarecedor.


© Lista da saúde 2019. Todos os direitos reservados.
Sisdado tecnologia