QUAL A IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO PARA QUEM PRATICA CROSSFIT?

QUAL A IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO PARA QUEM PRATICA CROSSFIT?

Compartilhe:

Nutricionista fala sobre a importância do equilíbrio e os riscos de seguir dietas restritivas

O Crossfit é um esporte de alta intensidade e assim como outros esportes e treinamentos físicos exige um mínimo de energia para que a atividade seja bem executada. Porém pelo fato de reunir diversas modalidades num único trei-namento (ginástica, força, levantamentos olímpicos e atividades cardiorrespiratórias) é importante dar uma atenção especial a qualidade da energia ofertada durante o dia e principalmente nas horas antes do treino.
Durante o exercício de crossfit, o corpo busca as fontes energéticas mais rápidas e acessíveis para executar os movimentos. Nos primeiros momentos da atividade, tende a gastar o glicogênio muscular, uma pequena reserva de glicose armazenada nos músculos e somente depois de um tempo maior de exercício, tende a começar a queimar gordura.Por isso, nesse intervalo de tempo, é importante que esteja disponível no sangue, uma mínima quantidade de glicose, ingerida através de carboidratos pré-treino (exemplos: batata doce, aipim, tapioca...), para que tenha energia disponível e o exercício seja executado de forma satisfatória. Caso a oferta não seja adequada, pode ocorrer hipoglicemia, queda de rendimento e lesões, além de acidose e perda muscular, pois em virtude que na falta de energia neste momento, o corpo queima aminoácido para formar novas moléculas de glicose. Dessa forma, indivíduos em dietas muito restritivas com um consumo baixo de carboidrato (low carb) correm o risco de passar mal durante os treinos de crossfit.
É comum entre os praticantes desta modalidade, ter o objetivo de preservar ou aumentar a massa muscular e intensificar a redução do % de gordura. Porém restrições intensas não atendem a esse objetivo, pelas alterações metabólicas geradas na falta de energia e principalmente pela queda de rendimento no treino. Não dá para comer 1 banana ou 1 iogurte e ir treinar pensando que todo aporte de energia e nutrientes foi atingido para o reparo muscular da atividade.
Existem diretrizes e estratégias nutricionais para cada momento do treino, antes (pré-treino), durante (intra treino) e depois (pós treino), obtendo o melhor do desempenho esportivo. O gasto calórico elevado justifica uma dieta personalizada para atingir os resultados desejados.
Cada pessoa tem sua individualidade e isso deve ser respeitado. Mas em treinamentos intensos, o consumo de carboidratos é indispensável, sendo esse o macronutriente energético.
Para descobrir qual melhor estratégia pra você, procure um nutricionista para te auxiliar com as escolhas alimentares.

Outros artigos